quarta-feira, 9 de junho de 2010

1979 - Gal Costa, Maria Bethânia e Simone

1979 - As Baianas - Gal, Simone e Bethânia sem mistérios
Por Lúcia Leme - Fonte: Revista Amiga
Material disponibilizado por Jeocaz Lee-Meddi

 .

PS: Infelizmente, não dá pra ler tão bem quanto as outras matérias de jornais e revistas que sempre libero aqui, mas vale pelo registro.

9 comentários:

juanmarkus777 disse...

Só as fotos das três deusas da "verdadeira" MPB já é um colírio! As três estão muito bem, cada uma com as personalidades,o que é de suma importância, pois nenhuma jamais imitou a outra.Cantar sem estilo é a mesma coisa que não cantar, e isso nunca ocorreu e jamais ocorrerá com nenhuma delas.Valeu!!!

Santana Filho disse...

CONCORDO.
3 PERSONALIDADES.
Uma fatia considerável da melhor ARTE brasileira.

Musica Nova disse...

Tá aí... Três das maiores vozes femininas que o país já teve em sua história musical. Muito legal, valeu!

Em especial a Bethânia, que é minha preferência.

Um abraço,
Rodrigo

Cleicia disse...

Concordo com vocês, realmente, três grandes cantoras do nosso Brasil. Escuto com mais frequência Gal Costa e Maria Bethânia, mas a Simone tem uma voz tão linda. Admiro muito estas baianas!

Obrigada a todos pelos comentários.

Um beijo,
Cleicia.

Lu Leme disse...

Minha mãe que fez essa entrevista. Quem sabe ainda acho por aqui a revista original ;)

Legal rever isso.

Cleicia disse...

Oi Lu,

Aproveitando que estava online quando li seu comentário, fiz uma correção no post e inclui no início o nome da sua mãe. (estou tentando organizar algumas postagens, chego lá... rs)

Espero que encontre a Revista, é uma das matérias mais acessadas do "Fatal", eu adoro! =)

Um beijo,
Cleicia.

Paullo disse...

Nossa, que benção ter a oportunidade de ler uma matéria como essas! Muito obrigado! Essas 3 eram fogo!
http://soymanjerona.wordpress.com/

Anônimo disse...

Realmente as três grandes Divas da nossa música!!! Adoro todas, mas Simone ainda é a que mais me emociona...

Anônimo disse...

Maravilhosa postagem, meu maior respeito por Bethânia e Gal, mas Simone é a que mais me emociona também, canta com o coração na garganta. Salve a Bahia, Salve Simone, A Cigarra da MPB.