sábado, 3 de abril de 2010

PROMOÇAO: GAL COSTA EM DOSE DUPLA

O primeiro de muitos sorteios exclusivos para os seguidores do blog "Fatal - Gal a todo Vapor". A carreira da Gal merece e deve ser compartilhada, por isso o intuito de democratizar a sua obra.

PROMOÇÃO: GAL COSTA EM DOSE DUPLA!!

Duas (02) pessoas serão sorteadas para ganharem cada uma dois (02) shows/especiais televisionado pela Rede Globo em perfeita qualidade de áudio e vídeo: 

1º Especial Grandes Nomes "Maria da Graça Costa Penna Burgos" com participação da inesquecível Elis Regina e do Grande Otelo. (1981)
2º Especial "Baby Gal". (1983)

Elis Regina & Gal Costa (1981)
Baby Gal (1983)

Para participar os candidatos deverão:

Seguir publicamente este blog e comentar neste post a IMPORTÂNCIA DE GAL COSTA NO CENÁRIO MUSICAL BRASILEIRO, deixando seu nome e cidade onde reside.

O SORTEIO SERÁ REALIZADO NO DIA 10/04/10 ÀS 14h00 E DIVULGADO LOGO EM SEGUIDA AQUI NO BLOG. 

Os vencedores deverão entrar em contato através do email: galcostafatal@hotmail.com até o dia 14/04/10, enviando nome completo, endereço e telefone para contato. Os dados não serão divulgados! (As despesas do envio por carta registrada será de responsabilidade do blog).

7 comentários:

Eduardo Japiassú disse...

Gal é transformação na nossa música popular brasileira. No início, sua voz cristalina somada à influência de joão gilberto revelava uma doçura ímpar no nosso cenárioa musical. Não demorou muito veio a Tropicália, a Gal de cabelos enrolados e voz esganiçada e afinada quebrava barreiras, mostrava a força feminina desbravando novos horizontes, novas possibilidades, novos sons. Após firmasse como uma das melhores cantoras do país e do mundo, Gal foi e é presente Divino para todos nós. Um repertório de clássicos, vanguarda, alegria e amor. Gal é Carnaval, Gal é São João, Gal é Fatal, é Legal, é Tropical, Gal é múltipla. Seu nome é GAL.

Eduardo Japiassú - Recife - Pernambuco.

Rafael Almeida disse...

Gal é musa. Musa de qualquer estação. De qualquer tempo. Uma cantora de diversas faces. Herdeira da bossa nova, porta-voz do tropicalismo, musa do desbunde, mulher -fa-tal-. Gal é voz pura, pura voz. Um cristal límpido. Um canto transcendental. Influência inconteste das gerações posteriores. Gal tem, merecidamente, seu lugar no Olimpo na Música Popular Brasilera. Gal é Gal.

Rafael Almeida. Recife-PE.

Paulo Henrique Diniz disse...

O Brasil deve a Gal tanto históricamente quanto musicalmnte, mulher que no tropicalismo, junto a alguns idealistas fez o cantar brasileiro mudar, mudar para melhor, ela canta caymmi, tom, caê e vários outros como ninguém.. e o bom disso é que gal é varias em uma só..definir Gal Costa é um crime, ela é mais que palavras, é o sentimento vivo em cada um que escuta sua voz de requinte.Viva Gal a mais bela voz que o Brasil já teve!


Paulo Henrique Diniz, Natal-RN!

disse...

Gal é, sem dúvida, a grande voz do Brasil. Ela é aquele canto que lapida diamantes ultrapop e deixa o gostinho de 'um dia de domingo' na nossa boca. Gal sabe ser tropical, sabe ser fatal, sabe ser legal e, ainda, simplesmente, Gal. Ela é cantora que suavemente nos apontou/a tendências, foi a nossa musa da tropicália, deu vida a canções de Caymmi(com brejeirice única), foi a porta-voz de caetano(e mais do que ninguém,Profana), incorporou musas buarquianas,cantou Jobim (lindamente) e nos lembrou que o 'HOJE' pode ser bom. Gal acima de tudo se firmou por ser Plural. Por cantar o candomblé com verdade. Por 'Cantar' o amor com a dose certa de doçura que ele precisa. Por gritar, quando todos estavam surdos. E, por acima de tudo, levar a todos o sentimento de que não deve haver preconceitos, sejam eles quais forem. Para Gal é assim: se mexeu com o coração, com a alma, qualquer música é digna de ser cantada e ouvida. Gal é dona dos nossos olhos e ouvidos. É a musa de qualquer estação ou, se quisermos também, ela é a nossa GAL.

José Anderson de Barros Recife - PE

Danilo disse...

"Que barreira eu vou romper agora? O que ainda posso fazer de irreverente? Gritar?". Essas frases, ditas por Gal em sua mais recente entrevista, no jornal Folha de S. Paulo, resume a sua importância para a música popular brasileira. Se hoje, mais de quarenta anos depois do Tropicalismo, o povo ainda cobra "atitude", "irreverência", "novidade" de Gal é porque ninguém depois dela conseguiu trazer nada parecido com o que ela deu para a música do Brail. Aliás, acho louvável essa postura de Gal. É como se ela desafiasse: "Olha, eu fiz muito, há anos. Façam vocês, agora. Quero ver". Viva Gal!

Cleicia disse...

Agradeço e muito os comentários maravilhosos de vocês. Gal é td isso e muito mais! =))

Danilo,

Para participar da promo vc tem seguir o blog publicamente.

Amanhã faço o sorteio no horário estipulado. Mais uma vez, muito obrigada pela participação de vcs, beijos!!!

Marcia Freddy. disse...

Gal é a verdadeira representação da brasilidade feminina. Suas canções - que mais parecem poesias - retratam com dignidade sentimentos e visões de um universo onde a magnitude está presente a todo momento.

Sua importância não está somente na música mais também no seu modo de ser. - Sem Gal o universo da MPB seria como em alguns filmes preto e branco; à história, porém, não há vida.

Costa é a essência...

Marcia Freddy, Campinas/SP