sábado, 17 de abril de 2010

16/04/10 - Show fechado: Gal Costa no TCA

Gal Costa - Voz Guia
Por Janaina Costa

16 de abril, conhecido nacionalmente como o dia da VOZ. Pra minha felicidade, neste ano de 2010 pude receber e celebrar tal data ao som da melhor voz da música popular brasileira: Gal Costa. O presente que recebi por um querido e super simpático amigo me fez enxergar tantas coisas, inclusive sobre meu posicionamento no ramo que venho me firmando, a Produção Cultural e toda a comunicação que está em torno dela, só assim para alcançar as coisas boas e positivas da vida!

Sou baiana, tenho 24 anos e sempre apreciei com gosto a musicalidade e irreverência da cantora Gal Costa, lembro de tantos detalhes da sua performance em cena, em DVD’s, em falsetes de discos e cd’s e até mesmo em aparições rápidas em programas de TV e participações em show de amigos, graças a Deus tenho uma mãe que sempre me proporcionou encontros sublimes com a música, a semente que foi plantada em mim germinou e hoje só cresce a procura de bons ventos e água potável para que fique cada dia mais frutífera e recheada de bom gosto!

Bem, meu objetivo em escrever para o blog, foi pra descrever com riquezas de detalhes como a Gal tem o poder de nos deixar anestesiados e saudosistas com seu canto seguro e repertório escolhido a dedo. Ontem a Coelba completou 50 anos de existência (16/04/2010), o show era fechado para funcionários da casa e autoridades da cidade, não me encaixo em nenhuma das duas categorias, ontem eu era apenas uma FÃ. Lutei pra conseguir assistir ao show, fazia tanto tempo que não pedia convite, que não me emocionava com um show tão belo, ontem não tinha a tensão de produção: luz, som, recepção da platéia ou até mesmo se a água estava no lugar correto... Ontem era totalmente ouvinte, e abrir bem os ouvidos pra tudo. Fiz amizade com o cara da mesa de som e fiquei com o fone dele a noite inteiraaaaa.

A cada canção meu corpo ia se entregando ao swuingue dos bons músicos, aliás, que músicos... Violão, percussão e baixo foram suficiente para transformar a noite num verdadeiro marco. Entre Vatapá, Camisa Amarela e Festa do Interior eu nem sei qual tinha o melhor arranjo, sem contar, que rolou altos improvisos. Entramos em Samba do Grande Amor, A Felicidade, Eu vim da Bahia e até mesmo Chega de Saudade com a mesma pegada segura, limpa e bem personalizada. Quanto a Gal... Só soltando a voz visceral e aveludada e se mostrando bem encantada com a resposta educada e singela dos presentes, visivelmente emocionada por voltar ao palco do TCA que tanto aprecia além de tudo isso deixando escapulir todo seu charme e exalando um espírito maternal fascinante. Ahhhh!!! Como estava linda, serena e sem pressa pra nada, respeitando cada aplauso, demonstração de afeto e frases soltas que sempre ouve “sem querer” rs, tipo: “A melhor do Brasil... Muito linda... Que saudade”.

Após as 18 lindas canções, ela saiu do palco como uma diva e ai que entra meu maior presente. Ontem não assisti ao show na platéia, então pude perceber a saída que todos têm curiosidade... Ela é super carinhosa com o pessoal que faz acontecer (atrás do palco). Simpática e sorridente ela permite que as pessoas cheguem perto e expressem suas emoções em vê-la no palco. O Produtor, por sua vez, também é super tranqüilo e sabe guiar a diva com educação e elegância que ela merece, falou com clareza e muito cordialmente: “Ela hoje não vai poder receber ninguém”, acho que todos entenderam e se recolheram em respeito, afinal de contas o seu papel foi cumprido, embebedar a todos com sua voz afinadíssima e muito especial!

Aos que tiveram o privilegio de vê-la com seu vestido longo em tons de vermelho e cinza, maquilagem forte e marcante, pés descalços e cabelo esvoaçante, sentiu toda alegria de ter vivido esse momento sublime, aos que não puderam ver vou ficar na torcida que ela volte em breve e faça na CONCHA ACÚSTICA, a Bahia merece ouví-la! Beijos com carinho e com sabor de MÚSICA, o alimento da alma.

PS: Relato feito especialmente por Janaina Costa para o blog "Fatal - Gal a todo Vapor". Muito obrigada!

5 comentários:

Anônimo disse...

eu gosto muito dos relatos desde o ponto de vista (audição) do fã, das emoções pessoais, as vezes mais do que os relatos desde a critica de imprensa. Parabéns Janaina. Beijo.
Kari

Liza disse...

Que lindo texto, Jana!
Acompanho de perto seu crescimento... e aprecio cada etapa vencida... cada passo de seu amadurecimento pessoal e profissional. Parabéns!!
Beijo enorme!

carmen disse...

É muito bom saber que uma grande cantora como Gal esteja de volta. Adorei Jana! Vou ficar aguardando por um show aqui no Rio e é claro vou ser a primeira da fila para comprar o ingresso!!!!! Maravilha!
Beijão Carioca!

Cleicia disse...

Tbm entro nas felicitações. =)

Janaina, muito obrigada por me enviar o seu belíssimo texto, através dele conseguimos saber sobre a beleza que é Gal nos palcos.

Um beijo e sinta-se à vontade para usar e abusar do blog.

Cleicia.

Barbara disse...

Jana,
Não fui ao show, mas através do seu eficiente e emocionado relato, pude imaginar o quanto foi lindo e completo. Também pude sentir toda delicadeza, beleza e talento transmitido por essa expetacular artista. Fico muito feliz por vc ter sido privilegiada com esse imenso presente. Parabéns pelo seu talento! Sei que vc adora o que faz.
Tina