sexta-feira, 30 de abril de 2010

16/04/2010 - Show Fechado: Gal Costa no TCA

Mais um pequeno trecho registrado em vídeo da apresentação de Gal Costa no show fechado da "Coelba", comemorando seus 50 anos. Gal, arrasando! =)

Gal Costa - TCA ganha nova iluminação 
Vídeo e descrição: Plug Cultura

O Teatro Castro de Alves ganha nova iluminação teve 2.500 lâmpadas trocadas, referente ao acordo firmado com a Coelba.

16/04/2010 - Show Fechado: Gal Costa no TCA

Finalmente, temos um pequeno trecho registrado em vídeo, da apresentação de Gal Costa no show fechado da "Coelba", comemorando seus 50 anos. Gal simplesmente, linda!

Gal Costa - Nova  iluminação do TCA dá início à temporada de reformas
Vídeo e descrição: Agecom / Bahia

Um novo sistema de iluminação foi inaugurado, nesta sexta-feira (16), no Teatro Castro Alves. Como comemoração aos 50 anos da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), um convênio entre o governo da Bahia e a concessionária subsidiou a reforma. O governador Jaques Wagner participou da cerimônia de inauguração, que teve a apresentação da orquestra Neojibá e da cantora Gal Costa.

1973 - Índia

Índia - TV Record (1973)

Disponibilizei no Youtube, mais dois vídeos do show Índia (1973), aqui em divulgação num programa da TV Record.


O disco/show "Índia", teve uma grande sucesso, porém, acompanhados de muitas polêmicas, logo na capa do LP, tinha uma foto em close da cantora, somente com uma tanga vermelha, e na contracapa duas fotos de Gal fantasiada como índia, com os seios a mostra. O resultado disso, foi que as vendas só aumentaram. O show "Índia", marcou este grande sucesso na carreira da Gal, foi dirigido por Waly Salomão e teve supervisão de Guilherme Araújo. Caetano Veloso iria dirigir o show "índia" , mas acabou não acontecendo (dirigiu o seguinte, "Cantar"), mas acabou dando várias idéias que foram aproveitadas, como a inclusão da canção título, "Índia", e a inclusão da música de sua autoria "Da maior importância".

01 - Da Maior Importância (Caetano Veloso)



02 - Trem das Onze (Adoniran Barbosa)



Trem das Onze (Adoniran Barbosa)

O Carl Ole (Calulinho) já havia postado este vídeo "Trem das Onze", no Youtube. Não costumo postar vídeos repetidos na rede, mas como aquele tinha imagens diferentes deste, achei que valia como mais um registro. Deixo o vídeo do Carl disponível também.

1976 - Doces Bárbaros

30/06/1976 - Os Baianos de Novo
Fonte: Revista Veja
Material disponibilizado por Doug Carvalho

Matéria muito interessante sobre o show dos Doces Bárbaros (Gal Costa, Maria Bethânia, Caetano Veloso e Gilberto Gil), com textos importantes sobre os trabalhos individuais dos 4 baianos até o ano de 1976. Deleitem-se! =)

Clique nas imagens pra ler a matéria

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Blog: Cantoras do Brasil

O Doug Carvalho, criou um blog recentemente, chamado "Cantoras do Brasil", nome conhecido entre os amantes da boa música. Ele possui um site com este nome, onde destaca muitas cantoras importantes, e muito organizadamente. Com sua criação do blog, venho indicar em dose dupla, seu blog recém inaugurado e o seu site, que já estava entre os links favoritos. 

Eu sou leitora assídua dele, vocês já devem ter lido aqui no Fatal, muito dos seus textos, que ele gentilmente deixou que eu liberasse aqui. Através deles, encontramos boa leitura com textos que emocionam, alegram e, principalmente, nos levam ao conhecimento profundo da carreira da Gal (minha cantora preferida), sempre com embasamento. No site Cantoras do Brasil, ele faz o mesmo com outras importantes cantoras do cenário musical brasileiro. Portanto, fica a dica!

Visitem, prestigiem:

Blog: "Cantoras do Brasil"
Site:  "Cantoras do Brasil"

Notícias Atuais: Gal Costa no Twitter

Os ensaios para seu novo show começam em Junho


Hoje (29/04/10), Gal Costa disse em seu Twitter (@gal_costa) que em Junho começará a ensaiar seu novo show. Agora é aguardar para saber se ela adianta mais novidades. Segue abaixo seu comentário:

"O que vcs querem que eu diga? Que começarei a ensaiar em junho? Pronto, falei!"

30/04/1981 - Gal Costa no conhecido "Show da Bomba" no Riocentro

Gal Costa canta "Aquarela do Brasil" (Ary Barroso)



Através do comentário do Marcello Brito, na comunidade grandona da Gal Costa no Orkut, fiquei sabendo que este show ficou conhecido como o fatídico "show da Bomba", que aconteceu na noite de 30/04/1981, véspera do Dia dos trabalhadores e contava com as participações de grandes nomes da MPB, como: Gal Costa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Elba Ramalho, Gonzaguinha e Alceu Valença.

Leia o comentário do Marcello que estava no dia desta apresentação:

"A bomba explodiu no estacionamento, durante a apresentação de Gal, mas para quem estava no interior do pavilhão foi apenas um estrondo esquisito e alto vindo de fora. Gal cantou 2 ou 3 musicas, certamente a "Aquarela" vista no vídeo e "Balancê". O vestido igual ao do tropical era branco mesmo, e Gal havia usado ele no desfile da Imperatriz Leopoldoinense em que era destaque no mesmo ano."

A bomba que estava pronta para ser detonada no pavilhão onde os artistas se apresentavam, explodiu antes, no estacionamento do Riocentro, matando membros dos próprios algozes.

Só pra finalizar, este show fica entre o imenso sucesso na época do "Gal Tropical" e do álbum "Aquarela do Brasil", e dois meses antes de Gal sair em turnê com o show "Fantasia", que foi inaugurado no Canecão, Rio de Janeiro, em julho de 1981.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

1981 - Fantasia

Eu vou postar esta matéria da "Denise Ribeiro", mas não para elogiá-la, acho esta matéria totalmente sem propósito, mas quero mostrar como Gal Costa é maravilhosa, motivo pelo qual o blog existe. Infelizmente, a imprensa muitas vezes malhou Gal com textos superficiais e prejudiciais a sua carreira, denegrindo seus álbuns e shows. O tempo está aí para comprovar que esta jornalista estava completamente equivocada. Creio-me que querendo homenagear Elis Regina (ótima cantora, sou fã) ela tentou diminuir o brilho da Gal, mas como o que é bom permanece, aqui estamos homenageando os trabalhos que ela tanto criticou.  

Bjs,
Cleicia.

Gal Costa - Fantasia
Por Denise Ribeiro
Material disponibilizado por Jarbas Fonseca

Clique nas imagens para ampliar

Notícias Atuais

Gal Costa em evidência
27/04/10 - Yahoo Notícias - Música - BR Press

Foto: BR Press

Enquanto prepara show para gravação de DVD e aguarda produção de Caetano Veloso para novo disco, cantora invade trilhas de novelas.

Gal Costa prepara um novo show, que renderá um CD e um DVD ao vivo e espera sinal verde de Caetano Veloso para gravar um álbum de inéditas com músicas e produção do compositor. Enquanto isso, a voz da cantora ecoa nas trilhas sonoras de duas novelas exibidas atualmente pela Globo.

Mar e Sol, de Lokua Kanza e Carlos Rennó, pode ser ouvida na novela Viver a Vida, em especial nas cenas que expõem as belezas litorâneas da cidade de Búzios (RJ). Já Eternamente, de Tunai e Sérgio Natureza, ilustra cenas da trama espiritualista Escrito nas Estrelas, recém-estreada às 18h. A gravação ouvida é a feita para o álbum Baby Gal, de 1983.

terça-feira, 27 de abril de 2010

16/04/2010 - Show Fechado: Gal Costa no TCA

Descrição e Fotos: ERNANE KAYRES

A Ana Paula, me enviou por e-mail as fotos que seu amigo Ernane Kayres, de Vitória da Conquista - Bahia, tirou no show da Gal Costa no TCA (evento fechado, só para convidados da Coelba). Junto das fotos veio a descrição do evento.

Este show da Gal fez parte do evento dos 50 anos da empresa Coelba. Gal iniciou o show cantando "Eu vim da Bahia" e finalizou com "Festa do Interior". Mas antes dela se apresentar, teve uma apresentação da "Orquestra Juvenil 2 de Julho, formada pelo Neojiba" – Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia, o evento contou com a presença do Governador da Bahia.








Mais Presente... Agora o Especial: "Baby Gal"

16/12/1983 - Especial: "Baby Gal"

Disponibilizei este especial "Baby Gal", já tem um tempinho no nosso canal no Youtube e libero aqui os vídeos, acompanhados do set list (repertório) completo do show. Espero que curtam!

Gal apresentou-se no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, durante quatro noites seguidas. O especial "Baby Gal" foi transmitido dia 16/12/1983 e serviu como base de divulgação do LP homônimo que só sairia uma semana após este especial de fim de ano.

Vídeos na íntegra - Repertório / Set List

01 - Groupie (Beti Niemeyer)
http://www.youtube.com/watch?v=wLYEyN1iPQg

02 - Olhos Verdes (Vicente Paiva)
http://www.youtube.com/watch?v=imUK6jJTSjE

03 - Dom de Iludir (Caetano Veloso)
http://www.youtube.com/watch?v=Hg-ZuIwvNDI

04 - Luz do Sol (Caetano Veloso)
http://www.youtube.com/watch?v=o21sOHuzn1Q

05 - Olhos do Coração (Tunai / Sérgio Natureza)
http://www.youtube.com/watch?v=eNRMXHfhHfs

06 - Rumba Louca (Moacyr Albuquerque / Tavinho)
http://www.youtube.com/watch?v=AGju8o7CRwo

07 - Escandalosa (Moacir Silva / Djalma Esteves)
http://www.youtube.com/watch?v=wk_zc35MGKU

08 - Açai (Djavan)
http://www.youtube.com/watch?v=RgONVL9lEUI

09 - Eternamente (Tunai / Sérgio Natureza / Liliane)
http://www.youtube.com/watch?v=_jpRY2JLTBw

10 - Baby (Caetano Veloso)
http://www.youtube.com/watch?v=ZpKShLblOvo

11 - Lili / Hi Lili, Hi Lo  (Deutsch / Kaper - Versão: Haroldo Barbosa)
http://www.youtube.com/watch?v=V-A4GaePvlM

12 - Grande Final (Moraes Moreira)
http://www.youtube.com/watch?v=JSvfiv6eTqU

13 - Pegando Fogo (José Maria de Abreu/ Francisco Mattoso)
http://www.youtube.com/watch?v=HT9BYxF_1mY

14 - Bloco do Prazer (Moraes Moreira - Fausto Nilo)
http://www.youtube.com/watch?v=WEiDHMRFsYg

15 - Festa do Interior (Moraes Moreira - Fausto Nilo)
http://www.youtube.com/watch?v=f5IE0LwkABY

16/12/1983 - Especial "Baby Gal"

Especial "Baby Gal"

Gal Costa apresentou-se no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, durante quatro noites seguidas. O especial "Baby Gal" foi transmitido pela Rede Globo, no dia 16/12/1983 e serviu como base de divulgação do LP homônimo que só sairia uma semana após este especial de fim de ano. 


Set List / Repertório

01 - Groupie (Beti Niemeyer)
02 - Olhos Verdes (Vicente Paiva)
03 - Dom de Iludir (Caetano Veloso)
04 - Luz do Sol (Caetano Veloso)
05 - Olhos do Coração (Tunai e Sérgio Natureza)
06 - Rumba Louca (Moacyr Albuquerque e Tavinho)
07 - Escandalosa (Moacir Silva e Djalma Esteves)
08 - Açai (Djavan)
09 - Eternamente (Tunai / Sérgio Natureza / Liliane)
10 - Baby (Caetano Veloso)
11 - Lili / Hi Lili, Hi Lo  (Deutsch / Kaper - Versão: Haroldo Barbosa)
12 - Grande Final (Moraes Moreira)
13 - Pegando Fogo (José Maria de Abreu/ Francisco Mattoso)
14 - Bloco do Prazer (Moraes Moreira - Fausto Nilo)
15 - Festa do Interior (Moraes Moreira - Fausto Nilo)

2000 - Gal Costa e Edu Lobo

A História de Lily Braun (Ensaio e Matéria no Vídeo Show)

Edu Lobo, Gal Costa e Chico Buarque

Gal Costa e Edu Lobo participaram do programa "Vídeo Show", da Rede Globo para divulgarem os shows que comemoraram os seis anos do ATL Hall (RJ). Os shows aconteceram em São Paulo, nos dias 04/10/2000 à 08/10/2000 e tbm foi dedicado à Baden Powell, que estava hospitalizado e que participaria deste show. (Edu o substituiu)

Vídeo: Gal Costa & Edu Lobo no Vídeo Show

Neste vídeo, ambos falam como se conheceram e da admiração mútua, além de mostrar trechos do ensaio da música "A História de Lily Braun".

http://www.youtube.com/watch?v=Bt4mHWsO2M0

Confira um trecho da matéria de Rodrigo Faour, retirada do site "All Brazilian Music" sobre a apresentação desta música: "O ponto alto da noite foram os duetos. Especialmente aquele que ocorreu logo após à quebra da corda do violão de Edu: o delicioso fox A História de Lily Braun (Edu & Chico Buarque) que Gal gravara magistralmente no álbum O Grande Circo Místico, de 1983. A cantora mostrou charme, boa divisão ritmica e belos floreios vocais neste número."

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Presente pro Blog!!!

Show: Voz & Violão na íntegra - Gal Costa & Luiz Meira (2006)

Acabei de fazer uploud dos vídeos deste show no nosso canal no Youtube e libero aqui os vídeos, acompanhados do set list (repertório) completo do show. Espero que curtam!

Gal Costa se apresentou no dia 20/10/2006, o show em formato "Voz & Violão", acompanhada do violonista Luiz Meira, na Concha Acústica do TCA, em Salvador - Bahia. No mesmo dia, Gal também dividiu o palco com os músicos da Orquestra Sinfônica da Bahia, sob a regência do maestro Erick Vasconcelos.

Vídeos na íntegra - Repertório / Set List

01 - Canta Brasil (Alcir Pires Vermelhor / David Nasser)
http://www.youtube.com/watch?v=7Wme9gMrLwk

02 - Eu Vim da Bahia (Gilberto Gil)
http://www.youtube.com/watch?v=KN62Dn3Nz5E

03 - Azul (Djavan)
http://www.youtube.com/watch?v=hyewYONZCbU

04 - Meu Bem, Meu Mal (Caetano Veloso)
http://www.youtube.com/watch?v=BUxWYYN0UZM

05 - Luz do Sol (Caetano Veloso)
http://www.youtube.com/watch?v=qrJSLT3qurw

06 - Folhetim (Chico Buarque)
http://www.youtube.com/watch?v=Cj4BQvrbE1Q

07 - Vatapá (Dorival Caymmi)
http://www.youtube.com/watch?v=DAGGPn25JeY

08 - Samba do Grande Amor (Chico Buarque)
http://www.youtube.com/watch?v=Ca70q4KUORA

09 - Mulher eu Sei (Chico César)
http://www.youtube.com/watch?v=w79EmDBxKTo

10 - Wave (Tom Jobim)
http://www.youtube.com/watch?v=PL6td01630w

11 - Desafinado (Tom Jobim / Newton Mendonça)
http://www.youtube.com/watch?v=1SKIf4ztijE

12 - Pout-pourri
  • Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi / Jorge Guinle)
  • Copacabana (João de Barro / Alberto Ribeiro)
http://www.youtube.com/watch?v=yx6oK__4vpc

13 - Pra Machucar Meu Coração (Ary Barroso)
http://www.youtube.com/watch?v=vXLOj8FpV-A

14 - Vapor Barato (Jards Macalé / Waly Salomão)
http://www.youtube.com/watch?v=L9_QUS6_wso

2006 - Voz & Violão

Gal Costa & Luiz Meira - Voz & Violão (2006)

Gal Costa se apresentou no dia 20/10/2006, o show em formato "Voz & Violão", acompanhada do violonista Luiz Meira, na Concha Acústica do TCA, em Salvador - Bahia. No mesmo dia, Gal também dividiu o palco com os músicos da Orquestra Sinfônica da Bahia, sob a regência do maestro Erick Vasconcelos.

Repertório / Set List 

01 - Canta Brasil (Alcir Pires Vermelhor / David Nasser)
02 - Eu Vim da Bahia (Gilberto Gil)
03 - Azul (Djavan)
04 - Meu Bem, Meu Mal (Caetano Veloso)
05 - Luz do Sol (Caetano Veloso)
06 - Folhetim (Chico Buarque)
07 - Vatapá (Dorival Caymmi)
08 - Samba do Grande Amor (Chico Buarque)
09 - Mulher eu Sei (Chico César)
10 - Wave (Tom Jobim)
11 - Desafinado (Tom Jobim / Newton Mendonça)
12 - Pout-pourri
  • Sábado em Copacabana (Dorival Caymmi / Jorge Guinle)
  • Copacabana (João de Barro / Alberto Ribeiro)
13 - Pra Machucar Meu Coração (Ary Barroso)
14 - Vapor Barato (Jards Macalé / Waly Salomão)

sábado, 24 de abril de 2010

1982 - Disco: Minha Voz

Saiba Mais: Minha Voz
Por Doug Carvalho, Tiago Marques e Fábio Coutinho


Gal Costa vivia uma fase de extrema popularidade em 1982, quando "Minha Voz" foi lançado. Vinha do show "Festa do interior", que nada mais era que uma revisão do repertório do mal sucedido show "Fantasia", que antecedeu o disco, mas sob o filtro do sucesso que foi o LP, e tinha a responsabilidade de responder às expectativas geradas pelo sucesso de músicas como "Festa do interior", "Meu bem, meu mal", "Açaí", "Canta Brasil", "Massa real"e "Faltando um pedaço". Então o repertório foi escolhido repetindo o esquema de "Fantasia", com uma inédita de Djavan, composições de Caetano Veloso, o compositor mais gravado por Gal Costa, e canções destinadas ao carnaval, que desde 1979 vinham sendo os pontos fortes dos LPs de Gal Costa. Desta vez, além de "Bloco do prazer" de Moraes Moreira, o mesmo autor do mega-hit "Festa do interior", Gal retirou do fundo do baú uma marchinha carnavalesca da década de 30, e que novamente, como fizera com "Balancê" no carnaval de 1980, retirou do anonimato e fez um grande sucesso: "Pegando fogo". O sucesso foi tamanho, que essa música chegou a ser lançada em versão em espanhol num compacto destinado ao mercado fonográfico espanhol. Ao contrário do que muita gente pensa, um dos sucessos desse disco, a canção "Dom de iludir" não foi composta para Gal Costa, mas sim para a baiana Maria Creuza, 5 anos antes. Outra curiosidade do disco é a canção "Groupie", da fotógrafa Beti Niemeyer. Embora a qualidade da composição fique realmente muito aquém  do restante do disco e do repertório geral da cantora, é impossível não apurar os ouvidos para escutar o papo de Gal com os colegas Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque e Rita Lee. Como no disco anterior, "Minha Voz" comete a mesma gafe de não dar crédito aos músicos envolvidos. Na capa, Gal numa montagem fotográfica que simula a cantora mergulhada na água do mar. Esse tema também foi aproveitada por Rita Lee no seu disco desse ano (o que tem no repertório os sucessos "Flagra" e "Cor de rosa choque"), sendo que na capa do de Rita, ela e o marido Roberto de Carvalho estão numa picina simulada no estúdio por plásticos e luzes de neon azuis. Em comum entre o disco de Gal e o de Rita, além do tema aquático, é o fato de que na verdade nenhuma das duas se molhou.

1982 - Disco: Minha Voz

álbum: Minha Voz

Capa
Contracapa
Encarte

FICHA TÉCNICA:

Gravadora: Polygram/Philips
Produtor: Mariozinho Rocha/Gal Costa
Formatos: (LP/1982), (CD/1988)
Primeiro disco: 1982
Observação: Ficha técnica do disco sem créditos aos músicos que participaram de cada faixa, mas com crédito ao maquiador da cantora. Arranjadores não especificados por faixa na ficha técnica do disco.
Arranjador(es) em faixa não determinadas: 
  • Eduardo Souto Neto
  • Gilson Peranzzetta
  • Lincoln Olivetti
  • Roupa Nova 
Fonte: Ficha Técnica disponibilizada no site "Discos do Brasil"

MÚSICAS:

1. Minha Voz, Minha Vida (Paulo Duarte / Caetano Veloso)
2. Azul (Djavan)
3. Musa Cabocla (Waly Salomão / Gilberto Gil)
4. Dom de Iludir (Caetano Veloso)
5. Solar (Milton Nascimento / Fernando Brant) - Part. Especial: Roupa Nova
6. Borzeguim (Tom Jobim)
7. Bloco do Prazer (Moraes Moreira / Fausto Nilo)
8. Verbos do Amor (João Donato / Abel Silva)
9. Luz do Sol (Caetano Veloso)
10. Pegando Fogo (José Maria de Abreu José Maria de Abreu / Francisco Matoso)
11. Pot-pourri
  • Groupie (Beti Niemeyer) - Part. Especial: Gilberto Gil, Chico Buarque, Caetano Veloso e Rita Lee
- Meu Bem, Meu Mal ~> mús. inc. <~ (Caetano Veloso)
- Domingo No Parque ~> mús. inc. <~ (Gilberto Gil)
- Baila Comigo ~> mús. inc. <~ (Rita Lee)
- Folhetim ~> mús. inc. <~ (Chico Buarque)
- Alegria, Alegria ~> mús. inc. <~ (Caetano Veloso)
- Bem-Me-Quer ~> mús. inc. <~ (Rita Lee / Roberto de Carvalho)
- A Banda ~> mús. inc. <~ (Chico Buarque)
- Realce ~> mús. inc. <~ (Gilberto Gil)

LETRAS:

01 - Minha Voz, Minha Vida
Composição: Paulo Duarte / Caetano Veloso

Minha voz, minha vida
Meu segredo e minha revelação
Minha luz escondida
Minha bússola e minha desorientação
Se o amor escraviza
Mas é a única libertação
Minha voz é precisa
Vida que não é menos minha que da canção
Por ser feliz, por sofrer
Por esperar, eu canto
Prá ser feliz, prá sofrer
Para esperar eu canto
Meu amor, acredite
Que se pode crescer assim prá nós
Uma flor sem limite

02 - Azul
Composição: Djavan

Eu não sei
Se vem de Deus
Do céu ficar azul
Ou virá
Dos olhos teus
Essa cor
Que azuleja o dia...

Se acaso anoitecer
E o céu perder o azul
Entre o mar e o entardecer
Alga marinha, vá na maresia
Buscar ali um cheiro de azul
Essa côr não sai de mim
Bate e finca pé
A sangue de rei...

Até o sol nascer amarelinho
Queimando mansinho
Cedinho, cedinho, cedinho
Corre e vá dizer
Pro meu benzinho
Um dizer assim
O amor é azulzinho...

03 - Musa cabocla
Composição: Letra: Waly Salomão / Música : Gilberto Gil


Uirapuru canta no seio da mata
Papagaio nenhum solta um pio
Sereia canta sentada na pedra
Marinheiro tonto medra pelo mar

Sou pau de resposta, gibóia sou eu, canela
Sereia eu sou, uma tela sou eu, sou ela

Coração pipoca na chapa do braseiro
Sou baunilha, sou lenha que queima
Que queima na porta do formigueiro
E ouriça o pelo do tamanduá

Mãe matriz da fogosa palavra cantada
Geratriz da canção popular desvairada
Nota mágica no tom mais alto, afinada

Sou pau de resposta, jibóia sou eu, canela
Sereia eu sou, uma tela sou eu, sou ela

04 - Dom de Iludir
Composição: Caetano Veloso

Não me venha falar na malícia
De toda mulher
Cada um sabe a dor e a delícia
De ser o que é
Não me olhe como se a polícia
Andasse atrás de mim
Cale a boca
E não cale na boca
Notícia ruim

Você sabe explicar
Você sabe entender
Tudo bem
Você está, você é ‚
Você faz, você quer,
Você tem
Você diz a verdade
E a verdade, o seu dom de iludir
Como pode querer que a
mulher vá viver sem mentir

05 - Solar
Composição: Milton Nascimento/ Fernando Brant

Venho do sol
A vida inteira no sol
Sou filha da terra do sol
Hoje escuro
O meu futuro é luz e calor
De um novo mundo eu sou
E o mundo novo será mais claro
Mas é no velho que eu procuro
O jeito mais sábio de usar
A força que o sol me dá
Canto o que eu quero viver
É o sol
Somos crianças ao sol
A aprender e viver e sonhar
E o sonho é belo
Pois tudo ainda faremos
Nada está no lugar?
Tudo está por pensar
Tudo está por criar
Saí de casa para ver outro mundo, conheci
Fiz mil amigos na cidade de lá
Amigo é o melhor lugar
Mas me lembrei do nosso inverno azul
Eu quero é viver o sol
É triste ter pouco sol
É triste não ter o azul todo o dia
A nos alegrar
Nossa energia solar
Irá nos iluminar
O caminho

06 - Borzeguim
Composição: Antonio Carlos Jobim

Borzeguim, deixa as fraldas ao vento
E vem dançar
E vem dançar
Hoje é sexta-feira de manhã
Hoje é sexta-feira
Deixa o mato crescer em paz
Deixa o mato crescer
Deixa o mato
Não quero fogo, quero água
(deixa o mato crescer em paz)
Não quero fogo, quero água
(deixa o mato crescer)
Hoje é sexta-feira da paixão sexta-feira santa
Todo dia é dia de perdão
Todo dia é dia santo
Todo santo dia
Ah, e vem João e vem Maria
Todo dia é dia de folia
Ah, e vem João e vem Maria
Todo dia é dia
O chão no chão
O pé na pedra
O pé no céu
Deixa o tatu-bola no lugar
Deixa a capivara atravessar
Deixa a anta cruzar o ribeirão
Deixa o índio vivo no sertão
Deixa o índio vivo nu
Deixa o índio vivo
Deixa o índio
Deixa, deixa
Escuta o mato crescendo em paz
Escuta o mato crescendo
Escuta o mato
Escuta
Escuta o vento cantando no arvoredo
Passarim passarão no passaredo
Deixa a índia criar seu curumim
Vá embora daqui coisa ruim
Some logo
Vá embora
Em nome de Deus é fruta do mato
Borzeguim deixa as fraldas ao vento
E vem dançar
E vem dançar
O jacu já tá velho na fruteira
O lagarto teiú tá na soleira
Uirassu foi rever a cordilheira
Gavião grande é bicho sem fronteira
Cutucurim
Gavião-zão
Gavião-ão
Caapora do mato é capitão
Ele é dono da mata e do sertão
Caapora do mato é guardião
É vigia da mata e do sertão
(Yauaretê, Jaguaretê)
Deixa a onça viva na floresta
Deixa o peixe n'água que é uma festa
Deixa o índio vivo
Deixa o índio
Deixa
Deixa
Dizem que o sertão vai virar mar
Diz que o mar vai virar sertão
Deixa o índio
Dizem que o mar vai virar sertão
Diz que o sertão vai virar mar
Deixa o índio
Deixa
Deixa

07 - Bloco do Prazer
Composição: Moraes Moreira/ Fauto Nilo

Pra libertar meu coração
Eu quero muito mais
Que o som da marcha lenta
Eu quero um novo balancê
O bloco do prazer
Que a multidão comenta
Não quero oito nem oitenta
Eu quero o bloco do prazer
E quem não vai querer?
Mamã mamãe eu quero sim
Quero ser mandarim
Cheirando gasolina
Na fina flor do meu jardim
Assim como o carmim
Da boca das meninas
Que a vida arrasa e contamina
O gás que embala o balancê
Vem
Meu amor feito louca
Que a vida tá pouca
E eu quero muito mais
Mais
Que essa dor que arrebenta
Paixão violenta
Oitenta carnavais

08 - Verbos do Amor
Composição: João Donato / Abel Silva

E se eu te telefonar
Se mandar te buscar
Der o braço a torcer
Sei que irias ganhar
E eu não iria perder
Da outra vez eu sofri
Te magoei, me feri
Foi difícil a prender
Que quando chega a paixão
Justamente a razão
É a primeira a ceder
Mas as palavras vazias
Rolaram na mesa
Pesaram o ar
Eu não sabia pedir
Tu não sabias perdoar
Mulher nascida pra amar
Tenho que obedecer
Ao que destino quis
E satisfeita a dizer
Que sofrer de amor
Só me deixa feliz

09 - Luz do Sol
Composição: Caetano Veloso

Luz do sol
Que a folha traga e traduz
Em verde de novo
Em folha, em graça , em vida em força, em luz
Céu azul que venha até onde os pés
Tocam na terra e a terra inspira e exala seus azuis
Reza, reza o rio ,
Córrego pro rio, rio pro mar
Reza correnteza , roça a beira a doura areia
Marcha um homem sobre o chão
Leva no coração uma ferida acesa
Dono do sim e do não
Diante da visão da infinita beleza
Finda por ferir com a mão essa delicadeza coisa mais querida
A glória da vida
Luz do sol
Que a folha traga e traduz
Em verde de novo
Em folha, em graça, em vida, em força , em luz
Reza, reza o rio
Córrego pro rio , rio pro mar
Reza correnteza roça a beira a doura areia
Marcha o homem sobre o chão
Leva no coração uma ferida acesa
Dono do sim e do não
Diante da visão de infinita beleza
Finda por ferir com a mão
Essa delicadeza a coisa mais querida
A glória da vida
Luz do sol
Que a folha traga e traduz
Em verde de novo

10 - Pegando Fogo
Composição: José Maria de Abreu/ Francisco Mattoso

Meu coração amanheceu pegando fogo, fogo, fogo
Foi uma morena que passou perto de mim
E que me deixou assim
Morena boa que passa
Com sua graça infernal
Mexendo com nossa raça
Deixando a gente até mal
Mande chamar o bombeiro
Pra esse fogo apagar
E se ele não vem ligeiro
Nem cinzas vai encontrar

11 - Groupie
Composição: Beti Niemeyer

Comecei
Namorando um som
Daí virei fã
Grudada num braço de um violão
Como se fosse um galã
Ingrupindo corações
Como uma groupie
Num grupo que toca
Que sai pela estrada
Buscando mais ilusões
Mal vi a música me vi mal
Pois eu sou groupie, pois eu sou fã
Não há quem não saiba
Que eu me entreguei
Sou prisioneira da canção sei

1981 - Disco: Fantasia

Fantasia
Por Doug Carvalho, Tiago Marques e Fábio Coutinho

"Fantasia" foi uma grande volta por cima na história de Gal Costa, resultado da gravação de parte do repertório do show "Fantasia", que havia sido um retumbante e unânime fracasso de crítica. O disco, porém, ao contrário do show, não só foi um dos mais bem sucedidos comercialmente da carreira de Gal Costa, como também foi um imenso sucesso de crítica, tendo recebido vários prêmios, inclusive o de melhor disco do ano, conferido pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Uma sucessão de hits coroados com o maior sucesso da carreira de Gal, o frevo "Festa do interior", que embalou as festas carnavalescas e juninas do ano de 1982 e ainda embala até hoje. Entre inéditas de Caetano Veloso, Ivan Lins, Djavan e Moraes Moreira, também o clássico "Canta Brasil" que abre o disco, e dialoga com o disco anterior, "Aquarela do Brasil", ambos samba-exaltação, lançados pelo cantor Francisco Alves. Uma curiosidade a respeito do disco é o fato de que os músicos só foram creditados na primeira edição do vinil, sendo as edições seguintes todas encartadas sem os devidos créditos, falha que se estendeu também ao disco seguinte, "Minha Voz".

1981 - Disco: Fantasia

Gal Costa - Fantasia (1981)

Gravadora: Polygram/Philips
Produtor: Mariozinho Rocha/Guilherme Araújo/Gal Costa
Formatos: (LP/1981), (CD/1988)
Primeiro disco: 1981
Observação: Ficha técnica do disco sem créditos aos músicos que dele participaram, mas com crédito ao maquiador da foto de capa.

 Capa
 Contracapa
 Encarte

FICHA TÉCNICA:

Fonte: Ficha técnica retirada do site "Discos do Brasil" de Maria Luiza Kfouri

01 - Canta Brasil
Compositor(es): Alcyr Pires Vermelho / David Nasser
Arranjador: Guto Graça Mello

02 - Meu Bem, Meu Mal
Compositor: Caetano Veloso
Arranjador: Lincoln Olivetti

03 - Roda Baiana
Compositor(es): Ivan Lins / Vitor Martins
Arranjador: Gilson Peranzzetta

04 - Faltando Um Pedaço
Compositor: Djavan
Arranjador: Gilson Peranzzetta

05 - O Amor
Compositor(es): Caetano Veloso - Maiakowski (poema) - Ney Costa Santos
Arranjador: Guto Graça Mello

06 - Festa Do Interior
Compositor(es): Abel Silva / Moraes Moreira
Arranjador: Lincoln Olivetti

07 - Açaí
Compositor: Djavan

08 - Tapete Mágico
Compositor: Caetano Veloso
Arranjador: Gilson Peranzzetta

09 - Massa Real
Compositor: Caetano Veloso
Arranjador: Lincoln Olivetti

10 - Estrela, Estrela
Compositor: Vitor Ramil
Part. Especial: Zé Luiz Mazziotti (Voz)
Arranjador: Gilson Peranzzetta


MÚSICAS:

1. Canta Brasil (David Nasser / Alcyr Pires Vermelho)
2. Meu Bem Meu Mal (Caetano Veloso)
3. Roda Baiana (Ivan Lins / Vitor Martins)
4. Faltando Um Pedaço (Djavan)
5. O Amor (Caetano Veloso / Ney Costa Santos / Vladimir Maiakovski)
6. Festa do Interior (Moraes Moreira / Abel Silva)
7. Açaí (Djavan) - com Roupa Nova
8. Tapete Mágico (Caetano Veloso)
9. Massa Real (Caetano Veloso)
10. Estrela, Estrela (Vitor Ramil) - com Zé Luiz Mazziotti


LETRAS:

01 - Canta Brasil
Composição: Alcir Pires Vermelho / David Nasser

As selvas te deram nas noites teus ritmos bárbaros
E os negros trouxeram de longe reservas de pranto
Os brancos falavam de amor nas suas canções
E dessa mistura de vozes nasceu o teu canto

Brasil, minha voz enternecida
Já dourou os teus brasões
Na expressão mais comovida
Das mais ardentes canções

Também, na beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Na aquarela do Brasil
Eu cantei de norte a sul

Mas agora o teu cantar
Meu Brasil quero escutar
Nas preces da sertaneja
Nas ondas do rio-mar

Oh! Este rio turbilhão
Entre selvas e rojão
Continente a caminhar
No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

Na beleza deste céu
Onde o azul é mais azul
Na aquarela do Brasil
Eu cantei de norte a sul

Mas agora o teu cantar
Meu Brasil quero escutar
Nas preces da sertaneja
Nas ondas do rio-mar

Oh! Este rio turbilhão
Entre selvas e rojão
Continente a caminhar
No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!

No céu, no mar, na terra!
Canta Brasil!!


02 - Meu Bem, Meu Mal
Composição: Caetano Veloso

Você é meu caminho
Meu vinho, meu vício
Desde o início estava você

Meu bálsamo benígno
Meu signo, meu guru
Porto seguro onde eu voltei

Meu mar e minha mãe
Meu medo e meu champagne
Visão do espaço sideral

Onde o que eu sou se afoga
Meu fumo e minha ioga
Você é minha droga
Paixão e carnaval

Meu zem, meu bem, meu mal

03 - Roda Baiana
Composição: Ivan Lins / Vitor Martins

Maré na vazante tá querendo encostar
Tá querendo entregar
Uma estrela brilhante caída no mar, eh!
Pelo teu remelexo, ô
O nó nas cadeiras, ah!
Bota a baiana pra rodar
Quando põe a baiana pra rodar
Quando põe a baiana pra rodar, pra rodar
Marinheiro mercante tá querendo atracar
Tá querendo te dar um anel e um turbante
Pulseira e colar, eh!
Pelo teu remelexo, ô
O nó nas cadeiras, ah!
Quando bota a baiana pra rodar
Quando põe a baiana pra rodar
Quando põe a baiana pra rodar, pra rodar
A areia da praia tá querendo jogar
Tá querendo botar nesta barra de saia
Fitilho e luar, eh!
Pelo teu remelexo, ô
O nó nas cadeiras, ah!
Bota a baiana pra rodar
Quando põe a baiana pra rodar
Quando põe a baiana pra rodar, pra rodar
Quando põe a baiana bota a baiana
Bota a baiana pra rodar, pra rodar
Pra rodar, pra rodar, baiana pra rodar
Põe a baiana pra rodar, põe a baiana pra rodar

04 - Faltando um Pedaço
Composição: Djavan

O amor é um grande laço, um passo pr'uma armadilha
Um lobo correndo em círculos pra alimentar a matilha
Comparo sua chegada com a fuga de uma ilha:
Tanto engorda quanto mata feito desgosto de filha

O amor é como um raio galopando em desafio
Abre fendas cobre vales, revolta as águas dos rios
Quem tentar seguir seu rastro se perderá no caminho
Na pureza de um limão ou na solidão do espinho

O amor e a agonia cerraram fogo no espaço
Brigando horas a fio, o cio vence o cansaço
E o coração de quem ama fica faltando um pedaço
Que nem a lua minguando, que nem o meu nos seus braços

05 - O Amor
Composição: Caetano Veloso (baseado em poema de Vladimir Maiakovski)

Talvez
Quem sabe
Um dia
Por uma alameda
Do zoológico
Ela também chegará
Ela que também
Amava os animais
Entrará sorridente
Assim como está
Na foto sobre a mesa

Ela é tão bonita
Ela é tão bonita
Que na certa
Eles a ressuscitarão
O século trinta vencerá
O coração destroçado já
Pelas mesquinharias

Agora vamos alcançar
Tudo o que não
Podemos amar na vida
Com o estrelar
Das noites inumeráveis

Ressuscita-me
Ainda
Que mais não seja
Porque sou poeta
E ansiava o futuro

Ressuscita-me
Lutando
Contra as misérias
Do cotidiano
Ressuscita-me por isso

Ressuscita-me
Quero acabar de viver
O que me cabe
Minha vida
Para que não mais
Existam amores servis

Ressuscita-me
Para que ninguém mais
Tenha de sacrificar-se
Por uma casa
Um buraco

Ressuscita-me
Para que a partir de hoje
A partir de hoje
A família se transforme

E o pai
Seja pelo menos
O Universo
E a mãe
Seja no mínimo
A Terra
A Terra
A Terra

06 - Festa do Interior
Composição: Abel Silva / Moraes Moreira

Fagulhas, pontas de agulhas
Brilham estrelas de São João
Babados, xotes e xaxados
Segura as pontas, meu coração
Bombas na guerra - magia
Ninguém matava, ninguém morria
Nas trincheiras da alegria
O que explodia era o amor
E ardia aquela fogueira
Que me esquentava a vida inteira
Eterna noite sempre a primeira
Festa do interior

07 - Açaí
Composição: Djavan

Solidão de manhã,
Poeira tomando assento
Rajada de vento,
Som de assombração, coração
Sangrando toda palavra sã

A paixão puro afã,
Místico clã de sereia
Castelo de areia,
Ira de tubarão, ilusão
O sol brilha por si

Açaí, guardiã
Zum de besouro um imã
Branca é a tez da manhã

Solidão de manhã,
Poeira tomando assento
Rajada de vento,
Som de assombração, coração
Sangrando toda palavra sã

A paixão puro afã,
Místico clã de sereia
Castelo de areia,
Ira de tubarão, ilusão
O sol brilha por si

Açaí, guardiã
Zum de besouro um imã
Branca é a tez da manhã

08 - Tapete Mágico
Composição: Caetano Veloso

Os olhos de Carmem Miranda moviam-se discos voadores fantásticos
No palco Maria Betânia, desenha-se todas as chamas do pássaro
A dança de chaplin, o show dos Rolling Stones
A roça de Opô Afonjá
Mas nada é mais lindo
Que o sonho dos homens de faze um tapete boar
Sobre um tapete máfico eu vou cantando
Sempre um chão sob os pés, mas longe do chão
Maravilha sem medo, eu vou onde e quando
Me conduz meu desejo e minha paixão
Sobrevôo a Baia de Guanabara
Roço as mangueiras de Belém do Pará
Paro sobre a Paulista de madrugada
Volto pra casa quando quero voltar
Vejo o todo da festa dos navegantes
Pairo sobre a cidade do Salvador
Quero de novo estar onde estava antes
Passo pela janela do meu amor
Costa brava, Saara, todo o planeta
Luzes, cometas, mil estrelas do céu
Pontos de luz vibrando na noite preta
Tudo quanto é bonito, o tapete e eu
A bordo do tapete você também pode viajar, amor
Basta cantar comigo e vir como eu vou

09 - Massa real
Composição: Caetano Veloso

Hoje eu só quero você
Seja do jeito que for
Hoje eu só quero alegria
É meu dia, é meu dia
Hoje eu só quero amor
Hoje eu só quero prazer
Hoje vai ter que pintar
Só quero a massa real
É o meu carnaval
Hoje eu só quero amar
Hoje eu não quero sofrer
Não quero ver ninguém chorar
Hoje eu não quero saber
De ouvir dizer que não vai dar
Vai ter que dar, vai ter que dar
Esse é o meu carnaval
Vai ter que dar, vai ter que dar
Só quero a massa real

10 - Estrela, Estrela
Composição: Vitor Ramil

Estrela, estrela
Como ser assim
Tão só, tão só
E nunca sofrer
Brilhar, brilhar
quase sem querer
Deixar, deixar,
Ser o que se é

No corpo nu
Da constelação
Estás, estás
Sobre um mas das mãos
E vais e vens
Como um lampião
Ao vento frio
De um lugar qualquer

É bom saber
Que és parte de mim
Assim como és
parte das manhãs
Melhor, melhor
É poder gozar
Da paz, da paz
Que trazes aqui

Eu canto, eu canto
Por poder te ver
No céu, no céu
Como um balão
Eu canto e sei
Que também me vez
Aqui, aqui
Com essa canção

Atualidades sobre Gal Costa na imprensa

24/04/10 - Duas novelas da Globo fazer ecoar a voz de Gal
Por Mauro Ferreira - Blog: Notas Musicais

LEIA NA ÍNTEGRA: http://blogdomauroferreira.blogspot.com/2010/04/voz-de-gal-ecoa-em-trilhas-de-novelas.html

10/02/07 - Show em homenagem aos 113 anos de nascimento de Mãe Menininha do Gantois

Tributo a Mãe Menininha
Foto: Flickr Joel's


10/02/07 - Show em homenagem aos 113 anos de nascimento de Mãe Menininha do Gantois

Tributo a Mãe Menininha
Fotos: Djaman Barbosa